terça-feira, 19 de junho de 2007

Lobo bobo

O cantor Lobão, 49 anos, se notabilizou em defender os direitos dos fracos e dos oprimidos. Brigou com praticamente todas as gravadoras com as quais trabalhou e defendeu a tese de que os CDs deveriam ser numerados para que os artistas soubessem exatamente quantas cópias venderam. Na vida real, Lobão, esse paladino da justiça, não reza pela cartilha do bom artista. Vejam o email que eu recebi de um músico erudito que foi convidado para tocar no show do disco Acústico MTV:
"Recebi um telefonema do produtor do Lobão um cara chamado Mauro me chamando pra tocar no lançamento do Acústico MTV deste gênio agora compreendido. Até aí tudo bem, mas olha só a proposta: tocar com um quinteto de cordas, sendo que o quinteto se escuta nos retornos e o som que vai para o público é o que ele solta do computador. Dublagem na cara dura!
Lobão paga 200 reais por show , um em São Paulo na sexta outro no sábado no Rio de Janeiro (indo de ônibus) e outro na segunda numa festa fechada no Via funchal. Conclusão, ele que sempre lutou pelos direitos dos fracos e oprimidos agora está explorando os músicos. Para piorar, dubla as cordas de um show acústico porque não quer pagar direito!"
E agora, Lobão?

8 comentários:

Lesmadesofá disse...

Não sei oq é pior: saber que essas coisas acontecem ou ainda se surpreender com elas...
O lobão sóbrio a gente só aguenta se estiver muuuuito chapado!
O interessante é a rapidez com que ele aprendeu o texto do capitalista explorador, hehehe.
beijão
Elaine

Alex Kid disse...

não deixa de ser uma forma de expressão "artística-rebelde" que ele adora passar.

Sergio Martins disse...

O que você chama de rebeldia, Alex, eu chamo de falta de profissionalismo. O Lobão é ótimo para defender os direitos dele, mas não tem consideração com seus companheiros de trabalho.

Gustavo Silva disse...

"Tudo que fiz na música independente foi por puro egoísmo. Se ajudei a terceiros, e até ajudei, foi por circunstância e sobra".

Palavras do Loboão em entrevista à RS. A pele de cordeiro estourou e ele não faz a menor questão que seja recosturada. Nada mais rockstar, mas sem nenhum glamour.

PS: Sérgio, sou aquele aluno do curso da Cult que te importunou por e-mail. Criei um blog pra soltar meus pitacos musicais, mas não vim aqui anunciar isso. Só achei relevante mesmo falar do Lobão.

Abraços

João disse...

Alguém ainda leva o Lobão a sério?

Depois de tudo?

Sergio Martins disse...

Eu não levo o Lobão a sério. Mas fico muito preocupado quando ele tenta enganar músicos...

Lisa disse...

Pô, eu até gostava do Lobão... mas depois dessa...

Pedrita disse...

eu vi uma foto do lobão em uma festa de aniversário da playboy que terá na capa a íris, ex-big brother. bem estranho alguém ter uma bandeira como essa e ir em uma festa de pura badalação comercial. nada demais ele ir se divertir em uma festa, o estranho é que o discurso não combina com esse tipo de evento. beijos, pedrita